Novo parceiro de Arlequina é inesperado herói da DC





A dona de caos terá um parceiro improvável em Arlequina #72: o ex-astro do futebol americano que viaja no tempo do futuro, Gladiador Dourado. Enquanto ambos têm o dom de criar um caos não intencional, onde quer que a vida os leve, os dois raramente se unem… e parece que Arlequina quer que continue assim.






Embora diferentes em quase todos os aspectos possíveis, os dois co-estrelaram um evento de nove edições que inicialmente os colocou um contra o outro: Heróis em Crise. Arlequina e Gladiador Dourado (Michael Carter) trabalharam relutantemente depois de um tiroteio em massa em um centro de reabilitação de super-heróis (apelidado de Santuário) que matou vários heróis e anti-heróis, como Hera Venenosa.


Enquanto trabalhavam juntos, eles também suspeitavam um do outro, levando Arlequina a abrir a série tentando matar o Gladiador Dourado com uma faca de manteiga.













Tentativa de assassinato à parte, de acordo com as solicitações de abril da DC, os dois bem-intencionados mestres do desastre se unirão novamente, graças a um mistério de assassinato. Em Arlequina #72, Arlequina se vê investigando a morte de um amigo em Los Angeles.





Arlequina já havia deixado sua casa em Coney Island para passar algum tempo no ensolarado SoCal, depois de perder a mãe por câncer. Mas enquanto as forças da Cidade dos Anjos a impedem de descobrir a verdade, Arlequina recebe ajuda indesejada do auto-intitulado “maior herói que você nunca ouviu falar”.


Amigo improvável





A capa de Arlequina #72 sugere um tom mais alegre do que o encontro anterior em Heróis em Crise, como pode ver acima.





Enquanto Arlequina rejeitar Gladiador Dourado como seu parceiro de combate ao crime pode parecer um pouco hipócrita, considerando que muitos heróis rejeitaram a mesma proposta dela, faz todo o sentido. Em Batman #45, Gladiador Dourado dá ao Cavaleiro das Trevas, possivelmente, o presente de casamento mais involuntariamente mórbido de todos – uma olhada em como seria sua vida se seus pais não fossem assassinados em um beco escuro.





O resultado final do “presente” de Gladiador Dourado é tão trágico que faz Hamlet parecer alegre.





Quanto à Arlequina, ela terá um ano movimentado em 2020, não apenas nas histórias em quadrinhos da DC, mas também estrelando seu próprio longa-metragem, Aves de Rapina. Sem falar na série animada para o serviço de streaming da DC.





Sua capacidade de se adaptar a quase qualquer situação, não importa quão maluca ou mortalmente séria possa ser, é o que faz Arlequina ser tão popular na DC. Se ela consegue acompanhar Hera Venenosa e o Coringa, certamente pode acompanhar um atleta de futebol desonrado do futuro.


Arlequina #72, da DC, chegará em abril.








Blog davincilab - críticas filmes em cartaz, criticas filmes netflix, notícias filmes, series, animes, games, jogos, animes 2019, davincilab fica por dentro, hqs marvel  e hqs dc entretenimento garantido, critica series e critica series netflix

Comentários